sábado, 23 de janeiro de 2010

Gosto !!!




Gosto de sentir.
Gosto  de sentir um pouco de calafrio quando te aproximas,  de  me sentir impotente, incipiente, descrente, daquele forma.
Mas sabes do que mais gosto?
Não é daquele beijo longo e apaixonado que damos de olhos bem fechados, arrepia-nos tanto.
Não é daquele olhar penetrante que chega, sozinho, para dizer todas as palavras do mundo.
Nem mesmo de sentir o coração a funcionar a mil à hora e não saber como para-lo.
Ele não quer parar, bem, eu também não.
Gosto de sentir que aquele dia, aquele momento, acima de todos os momentos, é tudo o que preciso.
Qual ar, qual vida, qual ser?!
Nada precisa de fazer sentido.
Eu não sei bem do que mais gosto .
nem sei se quero saber.
Podemos tentar fugir, tentar correr em qualquer uma das direcções mas esta sensação,  vai perseguir-nos sempre, sacana!
Descobri então com o tempo que é possível sentir gostar, um gosto passageiro, gosto sem sentido.
Mas é um gosto  louco, desenfreado, sem fio de lógica.
È mesmo!!!
E lembro-me dessa gostar … com gosto:)

Um comentário:

António disse...

O amor transporta-nos para outra dimensão, seja de prazer de dor, choro, tantas coisas vivemos por amor.
Por amor saltamos barreiras e derrubamos preconceitos, por amor também se morre.

bj