quinta-feira, 9 de julho de 2009

Moro em ti ...


Do outro lado do vidro fosco
das manhãs ensonadas de sol,
nasce o bocejo onde me arrumo.

É nesse momento que te amo mais,
quando acordo e sei que existes.
Moro no teu corpo.

4 comentários:

Pegassus disse...

Sensacional...
"Moro no teu corpo"...Fantástico.
Só li coisa semelhante em paris e numa garrafa de água, dizia: "Transporter moi dans ta vie".
Parabéns
Beijinho

Joninho Beibe disse...

Da mesma forma que tu moras em mim, no meu corpo e percorres a minha alma, como nem eu próprio alguma vez a percorri...

Mal-Me-Quer Bem-Me-Quer disse...

Bem...
Adorei os textos
Ana

michely321@hotmail.com disse...

Por enquanto vou deixando rolar...Vamos ver onde vai dar.
Mesmo morando em outros corpos.
Sentir muita satisfação,em ler coisas que queria escreverrrrrr.