sexta-feira, 9 de janeiro de 2009

Só isso ...


Não te amo porque nunca achei necessário amar...
Não te amo porque não sei como isto vai acabar
Apenas te quero... Hoje e todos os dias
Quero-te principalmete quando as noites são frias
Mas não te amo minimamente...
Desejo-te quando me magoam e quando estou triste
Um desejo estranho mas que sabes que existe
O desejo de me perder nos teus olhos e na tua boca
Aquele desejo que me está a deixar louca
Mas não te amo minimamente...
Não me deixes morrer sem sentir o teu sabor
Não quero partir sem conhecer o esplendor
de sentir o teu corpo sempre que quiser
E não quero ser só mais uma mulher
Mas não te amo minimamente...
Transforma-te no meu impenetrável abrigo
Prova-me que além de amante também és amigo
Protege-me de tudo o que vier por mal
E prova que és mais que uma paixão acidental
Mas não te amo minimamente...
Quero ser tua, por mais do que um momento
Quero viver ao teu lado e no teu pensamento
Dá-me o teu coração, juro que o faço voar
Não tenho amor para mim, tenho-o para te dar...
Porque não te amo minimamente...
Amo-te muito mais do que isso...
É mais do que amor o que sinto
Amo-te infinitamente só isso ...

2 comentários:

Joninho Beibe disse...

Infinitamente... Apenas isso... Sem palavras fiquei... Infinitamente... Quando recuperar... amar-te-ei até ao infinito... sem palavras fiquei... Mas com o amor no maximo... Amar-te-ei até ao fim...

Fallen Princess disse...

Quem lê isto....consegue acreditar de novo que afinal ha amor ao redor....quem lê a felicidade entre as letras vê que afinal por todo mal que nos aconteca...ha um bem que espera atras para nos tirar da infelicidade....